sandálias lindas e com ótimo preço!

17 de dezembro de 2011

Dezembro Amargo




A chuva cai, quero que ela me toque,
Mas me escondo
Sinto-me só, mas tem tanta gente do meu lado.
A saudade infinita arrebata meu coração,
Que já não bate por felicidade há algum tempo
Encontro-te em meus pensamentos,
Mas você está tão longe do meu corpo
O que fazer quando não se tem nada a fazer?
Espero a vida me dizer ou sigo mesmo sem você?
Já não controlo as lagrimas enquanto meu rosto tenta sorrir.
Já não sou a mesma de ontem e nem serei a mesma amanhã.
Faço perguntas á vida, mas continuo sem respostas,
Espero as respostas ou continuo a viver?
Me pego querendo ser amante da felicidade, mas
Já estou casada com a decepção e namorando o amor.
E esse dezembro amargo...
Não passa.

Um comentário:

  1. Me pego querendo ser amante da felicidade,mas
    Já estou casada com a decepção e namorando o amor.
    E esse dezembro amargo...
    Não passa.

    Simplesmente nunca li algo nesse sentido. Adorei. Texto que me fez criar cenário, cheiros e cores, também tatos. E o visual do blog tá mais indo!! Beijao...

    ResponderExcluir